terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Estariam as agências digitais fazendo o mesmo que as analógicas?

Parece que dá pra separar, mas não dá. Essa prática de comprar conteúdo é velha e bastante diferente de um anúncio. Quem vive de jornalismo há muito tempo sabe o quanto essa prática, historicamente, foi feita para enganar o outro. Inclusive os próprios jornalistas. Eu, por exemplo, não tenho idéia de quantas vezes fui usada para escrever matéria encomendada onde alguém ganhava milhares de reais, enquanto eu achava que estava fazendo o meu trabalho.

Tudo bem, você pode se justificar que, pelo menos, no publieditorial, o blogueiro não é enganado pelos pauteiros. Verdade, mas alguém continua ganhando muito mais que você e, detalhe, você nem percebe essa exploração. Conheço gente que ainda enxerga nessa relação uma vantagem.

Será pura alienação ou falta de valor mesmo?


Ceila Santos, questionando - oportunamente - o modus operandi das agências digitais, que, segundo suas impressões, parecem fazer o mesmo das agências analógicas: vendendo conteúdo. Leia o post completo.



Em tempo 1: Já ouviu falar do blog Desabafo de Mãe? É da Ceila ;D

Em tempo 2: Tive acesso ao texto da Ceila através, novamente, da lista de discussão do Jornalistas da Web, a qual sugiro a todos os jornalistas que gostam e/ou trabalham na área digital.

1 comentário(s):

Ceila Santos disse...

Olá Gustavo, obrigada pela indicação, mas fiquei curiosa pra saber o que vc pensa sobre isso. acha que existe inovação nas agências digitais, ou não? Na sua opinião, é possível que haja no futuro?

Postar um comentário

Que bom que neste post algo lhe despertou a vontade de deixar um comentário.

Elogios, críticas e sugestões são sempre bem vindas. Só mantenha a elegância no uso das palavras, ok?