domingo, 11 de novembro de 2007

FAVORITOS

Antes da última pausa nos trabalhos, este blog publicou uma entrevista com Max Reinert, editor do Pequeno Inventário de Impropriedades. O post estreiou a seção "Favoritos", que todos os domingos trará uma conversa com um blogueiro.

A idéia era publicar a segunda entrevista no final de semana seguinte. Mas este blogueiro não contava com a forçada pausa nos trabalhos. Portanto, hoje trago novamente a boa conversa com Max e no próximo domingo, publico a próxima entrevista.

Boa leitura.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

O termo “weblog”, posteriormente reduzido para “blog”, foi cunhado em 1997 por Jorn Barger. Era o nascimento de uma das ferramentas que revolucionariam a relação emissor-receptor. Os blogs permitiriam a qualquer pessoa produzir conteúdo, nos mais diversos estilos e formatos.

Hoje, uma década depois, existem mais de 70 milhões de blogs espalhados pelo globo. Entre eles está o Pequeno Inventário de Impropriedades, que inaugura neste domingo a seção “Nos favoritos”.

O proprietário, ops, “impropretário” do blog é Max Reinert, que de Florianópolis (SC) abastece semanalmente a página com textos deliciosos. Que, devido ao estilo, podem provocar duas reações distintas em quem estiver visitando o blog: ou o torna leitor assíduo das histórias ali publicadas (como no caso deste que vos fala), ou faz com que nunca mais dê as caras por ali.

O número de comentários que cada texto recebe (sempre elogiosos), comprova que a primeira reação é, disparada, a mais comum entre quem confere o Pequeno Inventário de Impropriedades. O D Bituca conversou, via e-mail, com Max. Veja abaixo a breve entrevista.

- Pequeno Inventário de Impropriedades. Por que este nome?

Hehehehe... Sempre gostei da idéia de inventariar coisas, de saber o que tenho e o que não tenho. Ou seja, ter noção de minha coleção particular. Seja de idéias, sensações, gostos e etc. O nome vem de uma instalação que eu criei para um projeto de artes plásticas na minha cidade.

Era uma obra na qual as pessoas podiam "editar" cenas minhas pessoais com uma série de músicas que eu gostava. De forma que eles podiam fazer um inventário sobre a minha vida, sem a minha interferência! (Conceitual demais, né?) Mas, na época funcionou! E Impropriedades vem da idéia de que eu não me comprometo a mostrar algo perfeito. Mostro algo que é como eu, ainda imperfeito e sem uma única leitura fechada!

- E qual foi o motivo e a data de criação do blog?

Dezembro de 2006. Na verdade, veio da necessidade que eu tinha de estabelecer algumas mudanças pessoais! Uma das metas que eu coloquei foi de começar a escrever coisas, fossem ficção ou não, com uma certa constância. Assim, assumi esse lugar, esse blog, com a missão de escrever, pelo menos, um texto por semana.

- Quais assuntos são abordados no blog?

Eu falo de tudo um pouco. Na maioria das vezes acabo editando coisas que vivenciei e dando uma forma mais literária, ficcional. Mais do que ter um “assunto”, venho tentando dar uma “forma” pra esse lugar, que, admito, ainda não consegui decifrar totalmente! Tento fazer uma escrita que possa fazer com que as pessoas se identifiquem. Tipo: Isso já aconteceu comigo ou poderia ter acontecido comigo!

- E quanto tempo tu reservas pra elaboração dos textos e administração do blog, como com os comentários?

Eu trabalho com produção cultural e muito do meu tempo passo na frente do computador. Escrevendo projetos, fazendo assessoria de imprensa ou ainda estudando (estou fazendo uma Universidade à Distância de Produção Multimídia Digital). Assim que, sempre que quero dar uma pausa pra cabeça, dou uma passada pelo blog, checo os comentários e dou uma divulgada nas comunidades. Ou ainda visito blogs, comentando e encontrando temas que me interessem!


Em tempo: O Max também está escrevendo no Blog JE Informa. Vale conferir ;)

6 comentário(s):

Daniel Moura disse...

"Era o nascimento de uma das ferramentas que revolucionariam a relação emissor-receptor"

Nós estamos falando de blog e não do Telefone..

hehehee

ta show de bola o blog

Lucas disse...

Bom ver uma entrevista com um blogueiro "puro", não só daqueles que veio pra fazer dinheiro sabe.
É clara a preocupação dele em escrever coisas que interessem seu leitor, de uma forma ou outra, de maneira muito natural.
Bela idéia amigo. Abraço. Vou chegar em casa e no próximo post que fizer vai ter um link para esta entrevista.

Maíra Ribeiro disse...

Conheço o Max desde 99 quando tive a felicidade de tê-lo como professor de teatro, a partir daí minha admiração sempre foi crescente e culminou com o meu projeto de conclusão de curso no jornalismo dos então 10 anos da Téspis. Foi uma experiência maravilhosa e poder manter este contato pela web com a criatividade do Max é fantástico. Um beijo de Portugal!

R Lima disse...

Ótima escolha.. o Max é um blogueiro ímpar e faz de sua dedicação um bálsamo a quem de fato sabe apreciar a boa leitura..

Abçs,



O AveSSo convida a aguçar os seus "sentidos".


Texto de hoje: Sentidos...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

sidnei disse...

Conheci Max e seu blog recentemente e acho-os facinantes... simplesmente não dá pra entrar lá com qquer idéia pré-concebida, pois ele é uma bomba criativa e qualquer coisa pode acontecer. Como disse antes, fascinante...

young vapire luke lestat news disse...

Max é um dos melhores da blogosfera...
Sou fan de cateirinha do pequeno inventário.
Esta intrevista é mais que merecida parabés pela escolha do blog...




[]s L.Sakssida

Postar um comentário

Que bom que neste post algo lhe despertou a vontade de deixar um comentário.

Elogios, críticas e sugestões são sempre bem vindas. Só mantenha a elegância no uso das palavras, ok?