segunda-feira, 17 de novembro de 2008

A blogosfera acabará?



O jornalista português Paulo Querido realizou na última sexta-feira (14) uma apresentação polêmica no 4o Encontro de Blogues, realizado em Lisboa. O blogueiro falou sobre o fim da blogosfera, escorando-se, principalmente, no argumento de que a blogosfera perdeu parte de suas características essenciais. Aspas para o gajo:



A noção de blogosfera pressupunha, inclusivé, um antagonismo face aos jornalistas. Ou no mínimo um corpo comunicacional alternativo aos media, que até dava notícias, que marcava a agenda, obrigando os jornalistas a trabalhar naquilo que supostamente era o interesse "dos cidadãos

(...)

De há já algum tempo a esta parte essa consciência colectiva de alternativa desapareceu. Uma boa parte dos bloggers que se distinguiram tem hoje funções remuneradas nos jornais. São pagos para escrever nos media. Republicam os seus artigos nos seus blogs, fazem links dos seus blogs para os artigos que escrevem a soldo dos jornais.

Photobucket

O tema repercutiu na blogosfera portuguesa antes mesmo da realização da palestra. Graças ao próprio Querido, que dois dias antes, antecipou em seu blog pessoal o conteúdo da conversa - que pode ser conferido clicando aqui ou na imagem acima.

O fim da blogosfera, entretanto, não está sendo tratado somente em Portugal. Artigos das revistas The Economist e Wired, por exemplo, afirmam que os blogs amadureceram e sairam da moda, respectivamente.

Deste lado de cá, a discussão é outra. A polêmica desta segunda-feira é a matéria de capa da revista Época, que lista os 80 blogs - brasileiros e estrangeiros - que você não pode deixar de visitar. Diversos choram a inclusão ou a ausência de páginas na seleção. Outros estão ansiosos em ultrapassar o Alexandre Inagaki no ranking do BlogBlogs.

Mas há as exceções, felizmente. Como a Gabriela Zago e o André Rosa, mais preocupados com a existência - mesmo que diminuta - e a qualidade dos blogs. Estou com eles.


Imagem, usada na abertura da apresentação de Paulo Querido, via Flickr.

1 comentário(s):

fabioricardo disse...

caraca!
tema interessantíssimo para debater, esse. não concordo com a visão dele, e sim numa visão de profissionalização da blogosfera e dos blogueiros como um todo. mas adorei a ideia surgida.

Postar um comentário

Que bom que neste post algo lhe despertou a vontade de deixar um comentário.

Elogios, críticas e sugestões são sempre bem vindas. Só mantenha a elegância no uso das palavras, ok?